Quem somos

Lony Rosa é músico-educador com mais de 40 anos de carreira artística. Também é diretor de teatro, roteirista e escritor. É arranjador, instrumentista, compositor e intérprete. Seu violão tem influências como a de Paulinho Nogueira,  de quem foi amigo e com quem teve aulas na década de 70 em São Paulo, além do samba e da música popular brasileira como um todo. Reside no sul de Santa Catarina (Araranguá/Criciúma) e trabalha ministrando aulas, cursos e palestras em educação e música, regendo corais infatis e adultos, de música moderna e popular e desenvolvendo projetos nas áreas educativa, ambiental e empresarial. Também faz apresentações em eventos e casas, com o grupo "Fazendo Bossa", com o trio Lony, Lise e Rodrigo e o "Cardápio Musical", e no duo com a cantora Lise Haas. Em sua carreira, tocou nos circuitos Porto Alegre, Rio, São Paulo, e fez turnê de música brasileira na Argentina e Uruguai. Integrou o staff de músicos do "Teatro de Arena" em São Paulo e participou do festival de Nancy (França) com o espetáculo “Arena conta Zumbi”, de Augusto Boeal e  Gianfrancesco Guarnieri. Na década de 70, fez parceria musical com cantora, modelo e atriz, Bibi Vogel pela América do Sul. Assinou a direção musical do show de 1977 do músico Ruy Maurity e circulou pelo cenário efervescente da música brasileira da época. Em seus LPs, conta com a participação de músicos como Paulinho Nogueira, Sizão Machado e com Paulo e Jean Garfunkel, que além de músicos parceiros, são seus amigos. Em 2002, lançou o cd infantil “Pensando Como Criança” , com apresentação da educadora Madalena Freire. E, em 2008,  apresentou o cd “A tabuada que canta” , em parceria com Lise Haas, trabalho musical e teatral para ensinar o tema matemático de maneira divertida e atrativa. "Reencontro" (1984) e "Reunindo Amigos" (1997) são outros de seus trabalhos fonográficos.
Veja o currículo detalhado de Lony no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira:
http://www.dicionariompb.com.br/lony-rosa/dados-artisticos


Lise Haas é cantora, poeta, compositora e psicoterapeuta. Sua trajetória musical iniciou com o estudo de violão na adolescência, e de canto e técnica vocal. Cantou em grupo vocal e coral entre 2002  (sob a regência de Eliana Mandelli, na escola Allegro Vivace) e 2005 (Coral do TRT-SC). Em 2003, morando em Araranguá-SC, passou a fazer aulas de técnica vocal e violão com Lony Rosa, com quem mais tarde iniciou parceria musical, interpretando suas canções em três edições de festival da música catarinense, a partir de 2005. Em 2006, deu início, com Lony, ao projeto "Cardápio Musical", repertório para bares, festas e eventos, com mais de 700 títulos da música popular brasileira e internacional. Gravou também neste ano, a música "Samba da Rosana" (de Lony), interpretada pelo autor e pelos músicos Paulo Garfunkel, Sizão Machado e Jayme Prata (SP). Em 2008, com o cd "A tabuada que canta", estreou seu trabalho como compositora, voltado ao público infantil, em co-autoria com Lony. Neste mesmo ano, gravou com Lony e os músicos catarinenses Rodrigo Campos (percussionista) e Neto Nunes (contrabaixista), cd de música brasileira, com versões de  composições de Jobim, Vinícius, Chico, Caetano, Gil, João Bosco, Djavan e Rita Lee. Em 2009, coordenou o Sarau Judiciarte,  reunindo música, cinema e poesia, trazendo o tema “Que trabalho é esse?” ao público da Justiça do Trabalho-SC. Desde 2009, tem participado do  grupo "Fazendo Bossa", projeto dos músicos Lony Rosa, Cristiano Forte (bateria) e Neto Nunes (baixo) que traz clássicos da bossa nova às casas do sul de Santa Catarina. Em 2011,  passou a estudar técnica vocal com a soprano Claudia Todorov, cantora e preparadora vocal, em Florianópolis-SC. Para Lise Haas, "A música é o alimento do corpo e da alma, sem ela não há viver."
elisehaas@gmail.com